Home / Os Jardins do Amor / Os Jardins do Amor – 17ª Parte

Os Jardins do Amor – 17ª Parte

A Função da Mulher no Isslám

Allah Ta’ála criou o mundo de forma perfeita e permitiu a sua continuidade com precisão. A alternância do sol e da lua, a mudança do dia e da noite, a queda de chuva, a mudança de estações são manifestações do poder de Allah Ta’ála.

Cada criatura de Allah Ta’ála foi criada com um propósito específico. Sendo o Homem a melhor criatura de Allah Ta’ála, o seu propósito também é o de maior importância, ou seja, adorar a Allah Ta’ála e estabelecer as Suas ordens na terra. Allah Ta’ála designou funções distintas para o homem e para a mulher conforme a sua natureza. Podemos resumir a função da mulher como sendo três: 1. Obediência a Allah Ta’ála, 2. Permanecer em casa, 3. Obediência ao marido.

O Profeta (sallalláhu alaihi wassallam) disse: “Quando a mulher é constante na observância dos cinco Salátes diários, jejua no mês de Ramadhán, guarda a sua castidade e é obediente ao marido, ela poderá entrar de qualquer porta do Jannah que desejar.” (Majmauz Zawáid #7634)

A obediência às ordens de Allah Ta’ála ocupa o primeiro lugar pois, é Ele o criador e é Ele quem concede a felicidade e o sucesso. Por isso, não se deve abandonar as ordens de Allah Ta’ála por qualquer coisa deste mundo. O Profeta (sallalláhu alaihi wassallam) disse: “Não se deve obedecer às criaturas em algo que leva à desobediência do Criador.” (Mussannaf ibn Abí Chaybah #33717)

Para que a mulher seja prestigiada perante Allah Ta’ála, ela deve permanecer na sua casa e somente deixá-la quando for necessário. O seguinte áyat do Qur’án Majíd foi revelado em relação às abençoadas esposas de Raçulullah (sallalláhu alaihi wassallam) e em relação à todas as mulheres do Ummat: “Permaneçam nas vossas casas e não saiam exibindo a vossa beleza como as mulheres do tempo da ignorância.” (Súrah Ahzáb v.33)

Raçulullah (sallalláhu alaihi wassallam) disse que a mulher deve estar oculta dos olhos de homens estranhos. Quando alguma mulher deixa a sua casa, o Shaitán começa a olhar para ela (ou seja, o Shaitán incita os homens a olhar para a mulher). Ela fica mais próxima de Allah Ta’ála enquanto se encontra dentro da sua casa.” (Mussnadul Bazzár #1820)

Imám Shafi’ (rahimahulláh) afirmou que durante a era de Raçulullah (sallalláhu alihi wassallam), nenhuma das abençoadas esposas, filhas ou outras mulheres da família de Raçulullah (sallalláhu alaihi wassallam) vinha para o masjid para o Salát ou Jumuah, pelo facto de Raçulullah (sallalláhu alaihi wassallam) ter incentivado às mulheres a efectuarem os Salátes em casa. (Ikhtiláful Hadíce 8/624)

Quando as esposas dos Sahábah (radhiyalláhu an’hum) saíam de casa por alguma razão válida, adoptavam um nível muito alto de pardah. Mesmo quando fossem fazer o tawáf, elas não se misturavam com os homens. Imám Bukhári (rahimahulláh) narrou um hadíce que demonstra que no tempo de Raçulullah (sallalláhu alaihi wassallam) quando as mulheres faziam o tawáf, faziam-no separadas dos homens. (Sahíh Bukhári #1618)

É  relatado que certa vez, Assmá bint Yazíd (radhiyalláhu an’há) foi ao encontro de Raçulullah (sallalláu alaihi wassallam) enquanto ele estava sentado na companhia dos Sahábah e disse o seguinte: “Ó Profeta de Allah! Nós permanecemos a maior parte do tempo nas nossas casas. Satisfazemos as necessidades dos nossos maridos, cuidamos dos filhos e tomamos conta das suas casas. Assim, com tudo isto, os homens superam-nos por poderem ir às orações das sextas-feiras e orações diárias nas mesquitas, enquanto que, nós mulheres efectuamos as nossas orações nas nossas casas. Eles podem também ir visitar os doentes, são capazes de participar nos funerais, efectuam Hajj e mais Hajj, e acima de tudo, combatem no caminho de Allah. Quando eles vão para o Jihád ou Hajj nós cuidamos das suas propriedades, educamos os filhos deles e tecemos roupas para eles. Será que nós também não temos parte nas recompensas deles?”

Raçulullah (sallalláhu alaihi wassallam) ficou muito satisfeito com a sua pergunta e disse: “Quando a mulher procura a satisfação e o contentamento do esposo e com este intuito, efectua todos os trabalhos domésticos, ela obtém a mesma recompensa que os homens adquirem pelos serviços prestados.” (Shuabul Íman #8369)

Podemos perceber do incidente acima mencionado, que as mulheres possuem grandes oportunidades de adquirir grandes recompensas, desde que elas aceitem e cumpram com a função escolhida por Allah Ta’ála para elas.

About admin2

Check Also

Os Jardins do Amor – 28ª Parte

Ensinar a Criança sobre a Existência e o Poder de Allah Ta’ála A educação da …