Home / Artigos em Geral / SALÁH DA MULHER

SALÁH DA MULHER

Todos os aspectos da religião do Islám relacionados as mulheres revolvem a modéstia e vergonha. É a esse respeito que o Islám ordena que as mulheres permaneçam nas suas casas, estando totalmente ocultas dos olhares de homens estranhos, e que não deixem suas casas sem uma necessidade válida no Shar’iah.

A maneira na qual uma mulher é ordenada a efectuar o seu saláh – começando do seu vestuário no saláh até as suas posições durante o saláh – tudo indica claramente o aspecto da ocultação.

Portanto, para além dos outros ibádát do Díne, até mesmo o saláh duma mulher demonstra o elevado grau de modéstia e vergonha que uma mulher é exigida a mostrar. Por isso, ela é ordenada a adoptar o mesmo grau de modéstia e vergonha que exibe no seu saláh nos outros sectores de Díne e na sua vida mundana.

Ocultação

É um facto indiscutível que a composição física das mulheres é diferente a dos homens. O Shari’ah levou isso em consideração e, assim ordenou regulamentos distintos para homens e mulheres em muitos aspectos importantes do Díne. O factor subjacente nos regulamentos distintos para as mulheres é que elas foram ordenadas a fazer tudo de uma forma mais oculta para elas. Essa diferença também foi considerada nas várias posições do saláh. A mulher é instruida a efectuar as suas posições duma forma que seja menos reveladora e mais oculta.

Imám Baihaqui (rahimahulláh) diz:

وجماع ما يفارق المرأة فيه الرجل من أحكام الصلاة راجع إلى الستر وهو أنها مأمورة بكل ما كان أستر لها (السنن الكبرى للبيهقي، الرقم: 3196)

Todos os aspectos do saláh da mulher que diferem do saláh do homem (isto é, a maneira de executar as várias posições do saláh) são todos baseados em satr (ocultação). Uma mulher é ordenada a realizar todas as posições do seu saláh duma maneira que oculte o máximo a forma do corpo e os membros.

Hazrat Abdullah bin Umar (radhiyallahu an’huma) diz que durante a Era de Hazrat Raçulullah (sallalláhu alaihi wassallam), ao efectuar o saláh, as mulheres foram instruidas a manter os seus membros juntos o mais próximo possível.

Os Quatro Mazhabes

Desde a Era de Hazrat Raçulullah (sallalláhu alaihi wassallam), os Sahábah (radhiyallahu an’hum), os Tábi’ín (rahimahumulláh) e os séculos que se seguiram, as mulheres foram instruídas a efectuar o saláh de uma maneira que variava do saláh dos homens em certos aspectos. Os quatro mazhabes (ou seja, Hanafi, Máliki, Sháfi’í e Hambali mazhab) são todos unânimes quanto ao facto de que o saláh das mulheres difere do saláh dos homens em certos aspectos.

O Desejo de Hazrat Raçulullah (sallalláhu alaihi wassallam) em Relação as Mulheres Efectuarem o Saláh no Interior das suas Casas

Embora fosse o desejo ardente de Hazrat Raçulullah (sallalláhu alaihi wassallam) que os homens do seu Ummah efectuassem seus salátes em jamát no masjid, era o desejo de seu coração que as mulheres do seu Ummah efectuassem seus salátes no interior das suas casas.

Hazrat Raçulullah (sallalláhu alaihi wassallam) incentivou as mulheres a efectuarem seus salátes nas suas casas e permanecerem ocultas dos olhos dos homens, a tal ponto que ele disse: O saláh duma mulher no seu quarto é mais virtuoso do que seu saláh no pátio fechado da sua casa, e seu saláh na parte mais interna do quarto (uma pequena sala dentro do quarto) é mais virtuoso do que seu saláh no seu quarto.

Certa vez, Hazrat Ummu Humaid (radhiyallahu an’ha), a esposa de Hazrat Abu Humaid As-Sáidí (radhiyallahu an’hu), veio ao encontro de Hazrat Raçulullah (sallalláhu alaihi wassallam) e disse: Ó Raçulullah (sallalláhu alaihi wassallam), desejo efectuar saláh atrás de Si. Hazrat Raçulullah (sallalláhu alaihi wassallam) respondeu: Estou ciente de que desejas efectuar saláh atrás de mim, mas seu saláh no seu quarto é mais virtuoso do que o seu saláh em qualquer outra parte da sua casa. O saláh em qualquer outra parte da sua casa é mais virtuoso do que o saláh no seu pátio. O saláh no seu pátio é mais virtuoso do que o saláh no masjid da sua localidade. O saláh no masjid da sua localidade é mais virtuoso do que o seu saláh no meu masjid (ou seja, Masjid Nabawi). Hazrat Ummu Humaid (radhiyallahu an’ha) (em conformidade e obediência ao desejo de Hazrat Raçulullah (sallalláhu alaihi wassallam) instruiu que um pequeno local fosse construído para o saláh dela na parte mais interna e mais escura do seu quarto, e ela costumava a efectuar todos os seus salátes devotadamente naquele canto até o final da sua vida.

A Declaração de Hazrat Imám Sháfi’ (rahimahulláh)

Hazrat Imám Sháfi’ (rahimahulláh) escreveu no livro Ikhtiláful Hadice:

Não temos conhecimento de nenhuma das respeitadas esposas de Hazrat Raçulullah (sallalláhu alaihi wassallam) deixar a sua casa para o saláh de jumuah ou qualquer outro saláh no masjid, embora que as respeitadas esposas de Hazrat Raçulullah (sallalláhu alaihi wassallam), por causa das suas posições e relacionamentos especiais com Hazrat Raçulullah (sallalláhu alaihi wassallam), teriam sido mais legítimas e dignas do que qualquer outra mulher para cumprir os faráidh no masjid, mas elas não fizeram isso.

Haviam muitas mulheres próximas a Hazrat Raçulullah (sallalláhu alaihi wassallam), dentre as mulheres da sua casa, suas respeitadas esposas, suas filhas, suas escravas, e escravas que pertenciam a sua família, porém, eu não tenho conhecimento de nem sequer uma mulher de entre elas que deixou a sua casa para participar no saláh de jumuah atrás de Hazrat Raçulullah (sallalláhu alaihi wassallam), apesar do jumuah saláh ser obrigatório para os homens num grau mais elevado do que todos os outros salátes. Da mesma forma, não temos conhecimento de nenhuma delas sair de casa para participar no saláh congregacional, durante a noite e nem durante o dia, nem elas foram ao masjid em Qubá, embora que Hazrat Raçulullah (sallalláhu alaihi wassallam) costumava ir a Qubá, às vezes montado no seu transporte e às vezes a pé, nem elas foram a nenhum dos outros massájid. Não tenho dúvida de que, por causa dos seus relacionamentos especiais com Hazrat Raçulullah (sallalláhu alaihi wassallam), elas eram ansiosas de adquirir virtudes e recompensas, e conheciam maneiras de ganhar recompensas melhor do que as outras mulheres, mas mesmo assim não foram ao masjid para o saláh.

Não tenho conhecimento de nenhum dos nossos antepassados piedosos instruindo qualquer uma das suas mulheres a comparecer no saláh de jumuah nem no saláh congregacional, durante a noite e nem durante o dia. Se eles soubessem que havia alguma virtude nas mulheres deixar as suas casas e participar no saláh congregacional, eles definitivamente que as teriam instruído e permitido que elas o fizessem. Pelo contrário, é relatado que Hazrat Raçulullah (sallalláhu alaihi wassallam) disse: O saláh de uma mulher no seu quarto é melhor do que o seu saláh na sala comum da sua casa, e seu saláh na sala comum da sua casa é melhor do que o seu saláh no masjid.

About admin2

Check Also

Dar o Sadaqatul Fitr a um pobre não-muçulmano num estado não-islâmico

Pergunta: Se alguém der o seu Sadaqatul Fitr a um não-muçulmano num estado não-islâmico, o …