Home / Os Jardins do Amor / Os Jardins do Amor – 35ª Parte

Os Jardins do Amor – 35ª Parte

O Grande Santo – Hazrat Fudhail bin Iyáz (rahimahulláh)

Hazrat Fudhail bin Iyáz (rahimahulláh) foi um ilustre Muhaddisse e grande santo da sua época. A sua posição era tão exaltada que Muhaddissín como Hazrat Abdullah bin Mubárak, Hazrat Sufyán bin Uyaynah e Imám Shafi’ (rahimahumulláh) aprenderam Hadíces com ele.

É dito que antes de Hazrat Fudhail (rahimahulláh) se tornar um santo, ele era conhecido como um assaltante temível. Allah Ta’ála o abençoou com o tawfíq de se arrepender e mudar a sua vida. Eis a história do seu arrependimento:

Certa vez, uma caravana estava a passar pela estrada onde Fudhail (rahimahulláh) assaltava as pessoas. Entre os ocupantes da caravana estava um Qári que recitava o Qur’án num belo tom. Quando a caravana passou por Fudhail (rahimahulláh), o Qári recitava o seguinte versículo do Qur’án:

أَلَمْ يَأْنِ لِلَّذِينَ آمَنُوا أَن تَخْشَعَ قُلُوبُهُمْ لِذِكْرِ اللَّهِ وَمَا نَزَلَ مِنَ الْحَقِّ وَلَا يَكُونُوا كَالَّذِينَ أُوتُوا الْكِتَابَ مِن قَبْلُ فَطَالَ عَلَيْهِمُ الْأَمَدُ فَقَسَتْ قُلُوبُهُمْ ۖ وَكَثِيرٌ مِّنْهُمْ فَاسِقُونَ ‎﴿١٦﴾‏

“Será que ainda não chegou a hora dos corações dos crentes se humilharem para a recordação de Allah Ta’ála… (Súrah Hadíd v.16)

Ao escutar este áyat, o coração de Fudhail (rahimahulláh) ficou muito comovido, e consequentemente, ele arrependeu-se da vida que levava e decidiu mudar para sempre.

Apartir deste dia, Fudhail (rahimahulláh) empenhou-se no Ibádat e esforçou-se para adquirir o conhecimento de Díne até que Hárun Rashíd, o rei da época, o visitava para se beneficiar dos seus conselhos.

É relatado que quando Hárun Rashíd regressou de uma das suas viagens para o Hajj, ele disse à Fadhl bin Rabí: “Sinto uma fraqueza no meu coração. Peço que me leves ao encontro de um amigo de Allah Ta’ála para que ele me aconselhe.” Fadhl sugeriu que eles fossem ao encontro de Hazrat Sufyán bin Uyainah (rahimhulláh).

Eles chegaram à casa de Hazrat Sufyán (rahimhulláh) e bateram à porta. Ele abriu a porta e recebeu-lhes com muito respeito. Hárun Rashíd explicou o propósito da visita, e Hazrat Sufyán (rahimahulláh) deu-lhe alguns conselhos gerais.

Ao partir da casa de Hazrat Sufyán (rahimahilláh), Hárun Rashíd perguntou-lhe se tinha alguma dívida. Hazrat Sufyán (rahimahulláh) respondeu afirmativamente e Hárun Rashíd ordenou alguém para a liquidar.

Após o encontro com Hazrat Sufyán (rahimhulláh), Hárun Rashíd virou-se para Fadhl e disse: “Ainda não adquiri o benefício que esperava adquirir.” Então, Fadhl sugeriu que fossem ao encontro de um outro piedoso, ou seja Imám Abdur Razzáq (rahimahullláh).

Imám Abdur Razzáq (rahimahulláh) também recebeu Hárun Rashíd com muito respeito e deu-lhe conselhos gerais.

Ao partir da casa de Hazrat Abdur Razzáq (rahimahilláh), Hárun Rashíd perguntou-lhe se tinha alguma dívida. Hazrat Abdur Razzáq (rahimahulláh) respondeu afirmativamente e Hárun Rashíd ordenou alguém para a liquidar.

Após o encontro com Hazrat Abdur Razzáq (rahimahulláh), Hárun Rashíd virou-se mais uma vez para Fadhl e disse: “Ainda não adquiri o benefício que esperava adquirir.” Então, Fadhl sugeriu que fossem ao encontro de um outro piedoso, ou seja, Hazrat Fudhail (rahimahullláh).

Quando encontraram-se com Hazrat Fudhail (rahimahulláh), Hárun Rashíd pediu-lhe alguns conselhos. Hazrat Fudhail (rahimahulláh) disse: Quando Hazrat Umar bin Abdil Aziz (rahimahulláh) foi nomeado como Khalífah, chamou a Hazrat Sálim bin Abdilláh, Hazrat Muhammad bin Ka’b e Hazrat Rajá bin Haywah (rahimahumulláh) e disse-lhes: “Fui colocado nesta posição de governação, que é um verdadeiro teste, por favor deiam-me alguns conselhos a esse respeito.”

Hazrat Fudhail (rahimahulláh) disse: “Hazrat Umar bin Abdil Azíz (rahimahulláh) estava tão preocupado com o khiláfah que considerou-o como um teste, enquanto que tu consideras como uma bênção (portanto, não estás muito preocupado como ele).”

Hazrat Fudhail (rahimahulláh) o alertou que se ele não governasse de acordo com as leis do Shariah, sofreria as consequências no Ákhirah. Ao escutar essas palavras, Hárun Rashíd começou a chorar com muita intensidade.

Quando Hárun Rashíd quis partir, ele perguntou a Hazrat Fudhail (rahimahulláh) se tinha alguma dívida para lhe ajudar na liquidação. Hazrat Fudhail (rahimahulláh) respondeu: “Tenho dívidas no que diz respeito aos direitos para com Allah Ta’ála. Se me quiseres ajudar, por favor me ajude.”

Hárun Rashíd ficou sem resposta, e ofereceu-lhe mil dináres para que gastasse sobre os seus dependentes. Hazrat Fudhail (rahimahulláh) retorquiu: “Sub’hánalláh! É assim que retribuis a alguém que te mostra o caminho da salvação? Estás a dar a riqueza a alguém que não precisa. Procure alguém que precise!”

Quando saíram da casa de Hazrat Fudhail (rahimahulláh), Hárun Rashíd disse a Fadhl: “Ó Fadhl! Se quiseres me levar a um amigo de Allah Ta’ála, então leve-me para alguém como ele! De certo que ele é o líder dos muçulmanos!” (Siyar A’lámin Nubalá pág. 428 – 431/8)

Hárun Rashíd ficou muito impressionado com Hazrat Fudhail (rahimahulláh) devido as suas belas qualidades – o seu temor pela vida futura, a sua piedade, o seu desinteresse pelo mundo, a sua dedicação no cumprimento das leis do Shariah e o Sunnah, e o seu conselho sincero sobre a maneira como se deve administrar os assuntos do Khiláfah.

 

About admin2

Check Also

Os Jardins do Amor – 36ª Parte

O Meio de Adquirir a Misericórdia e a Assistência de Allah Ta’ála Allah Ta’ála criou …