Home / Os Momentos Finais / Massáil Relacionados ao dar o Ghusl e Amortalhar as Crianças Falecidas

Massáil Relacionados ao dar o Ghusl e Amortalhar as Crianças Falecidas

  1. Um rapaz e uma rapariga que estão próximos da puberdade serão amortalhados da mesma forma como um homem e mulher báligh são amortalhados.
  2. No que diz respeito aos menores que não estão próximos da puberdade, o melhor é amortalhar o rapaz menor de idade em três tecidos e a rapariga menor de idade em cinco tecidos, assim como os homens e mulheres báligh são amortalhados. Amortalhar o rapaz em dois tecidos e a rapariga em três tecidos também é permitido. O número mínimo de tecidos que um rapaz não báligh pode ser amortalhado é um tecido, e o número mínimo de tecidos que uma rapariga não báligh pode ser amortalhada é dois tecidos.
  3. Uma criança que falece imediatamente após o nascimento ou algum tempo depois receberá um nome islâmico, ghusl será dado e ela será amortalhada em um kafan. Um só tecido pode ser usado para o kafan. O Saláh de Janázah também será efectuado para ela.
  4. Um nado-morto receberá um nome islâmico. De seguida, ela será dada ghusl, embrulhada num pano e enterrada sem Saláh de Janázah.
  5. Se uma mulher abortar e apenas membros separados individuais são visíveis (por exemplo, mãos, pés, nariz, boca) que não estão unidos a um corpo, então estes membros serão embrulhados num pano e enterrados.
  6. Se uma mulher tiver um aborto espontâneo e os membros e o corpo do feto estiverem intactos, mas não totalmente formados (ou seja, mãos, pés, nariz, boca etc. estão ligados ao corpo, mas todo o corpo com esses membros ainda não estão totalmente formados), então a criança será dada um nome islâmico, lavada, embrulhada num pano e enterrada sem Saláh de Janázah. O ghusl Shar’í não será realizado neste caso.
  7. Se a criança falecer durante o nascimento, antes que a maior parte do seu corpo saia, ela seguirá o regulamento do nado-morto, ou seja, receberá um nome islâmico, ghusl Shar’í, será embrulhada num pano e enterrada sem Saláh de Janázah.
  8. Se a criança falecer durante o nascimento, depois que a maior parte do seu corpo saia, então será considerado como se ela tivesse nascido viva e depois falecido. Portanto, ela receberá um nome islâmico, ghusl Shar’í, e amortalhada num kafan normal. O Saláh de Janázah também será realizado para ela.

Nota: A maior parte da criança ter saido será determinada da seguinte maneira: Se a cabeça da criança saiu primeiro, então, quando o tórax sair, será considerado como se a maior parte da criança tivesse saido. Se os pés da criança saíram primeiro, depois o umbigo se tornou visível, será considerado como se a maior parte da criança tivesse saido.

About admin2

Check Also

Diversos Massáil relacionados com o Saláh de Janázah – 3ª Parte

Atrasar o Saláh de Janázah É makruh atrasar o Saláh de Janázah na expectativa de …