Home / Artigos em Geral / O Profundo Amor de Raçulullah (sallallahu alaihi wassallam) por Hazrat Ali (radhiyallahu an’hu)

O Profundo Amor de Raçulullah (sallallahu alaihi wassallam) por Hazrat Ali (radhiyallahu an’hu)

Hazrat Ali (radhiyallahu an’hu) relata:

Numa certa ocasião, adoeci. Enquanto eu estava doente, Raçulullah (sallallahu alaihi wassallam) veio me visitar. Quando Raçulullah (sallallahu alaihi wassallam) entrou na minha casa, eu estava deitado. Vendo-me neste estado, Raçulullah (sallallahu alaihi wassallam) aproximou-se de mim e de seguida tirou o xaile que estava usando e cobriu-me com ele. Ao ver a minha fraqueza, Raçulullah (sallallahu alaihi wassallam) levantou-se, foi até ao masjid e efectuou alguns rakátes de saláh nafl. Depois de efectuar o saláh, ele implorou a Allah Ta’ala que me abençoasse com shifá (cura).

Depois disso, Raçulullah (sallallahu alaihi wassallam) veio até mim, tirou o seu xaile de mim e se dirigiu a mim dizendo: “Levanta-te, ó filho de Abu Tálib, pois foste curado!” Assim, levantei-me e notei que estava completamente curado. Eu me encontrava num estado que não havia mais nenhum sinal de doença ou fraqueza no meu corpo.

Raçulullah (sallallahu alaihi wassallam) de seguida disse: “Sempre que fiz duá para Allah Ta’ala, Ele aceitou o meu duá e me concedia o que eu havia pedido. (Nesta ocasião,) tudo o que eu pedi para mim, também pedi para ti (incluindo o seu shifá). (Fazá’il-ul-Khulafá li-Abi Nu’aim #78)

A partir deste incidente, vemos o grande amor que Raçulullah (sallallahu alaihi wassallam) tinha por Hazrat Ali (radhiyallahu an’hu). Da mesma forma, entendemos que Raçulullah (sallallahu alaihi wassallam) nos ensinou, através de sua prática mubárak, que quando adoecemos, devemos recorrer a Allah Ta’ala através de duá, implorando-Lhe por shifá, pois tudo está no controlo e o poder de Allah Ta’ala.

About admin2

Check Also

A firmeza de Hazrat Sa’d (radhiyallahu an’hu) no Imán

Abu Ussmán (rahimahulláh) narra que Hazrat Sa’d (radhiyallahu an’hu) disse: O seguinte versículo do Qur’án …