Home / Sunnates e Adábes / Método Sunnah de Efectuar o Saláh para os Homens

Método Sunnah de Efectuar o Saláh para os Homens

Antes do Saláh

1. Prepare-se com antecedência para o saláh antes da hora do saláh, e certifique-se que não esteja apenas preparado fisicamente, mas também mentalmente consciente de que se apresentará no tribunal do Todo-Poderoso Allah Ta̕ala.

2. Certifique-se de efecutar todos os salátes na hora prescrita com jamát no masjid.

عن أبي هريرة قال قال رسول الله صلى الله عليه وسلم لولا ما في البيوت من النساء والذرية لأقمت الصلاة صلاة العشاء وأمرت فتياني يحرقون ما في البيوت بالنار (مسند أحمد، الرقم: 8796)

Hazrat Abu Hurairah (radhiyalláhu an̕hu) narra que Hazrat Raçulullah (sallalláhu alahi wassallam) disse: Se não fosse pelas mulheres e crianças nas casas, eu teria efectuado o saláh de Isha e de seguida comandado um grupo de jovens para incendiar as casas (na narração de Sahíh Muslim: Queimem as casas das pessoas que efectuam seus fardh salátes nas suas moradias sem qualquer razão válida).

3. Tente o seu melhor para efectuar todos os salátes com takbír-e-úla (junte-se ao saláh desde o primeiro takbír).

4. Certifique-se que o seu corpo, roupas e o lugar onde o saláh está sendo efectuado estejam limpos.

5. Antes de começar o saláh, certifique-se que as suas roupas são decentes e largas. Abstenha-se de vestir roupas que não estejam de acordo com o respeito e santidade do saláh, e roupas que tenham imagens ou inscrições.

6. Certifique-se que o saláh seja efectuado com um  topí (cofió), uma vez que era a  prática sunnah de Hazrat Raçulullah (sallalláhu alahi wassallam) e dos Sahábah (radhiyalláhu an̕hum)  efectuar o saláh usando o topí.

روي عن ابن عباس رضي الله عنهما أن رسول الله صلى الله عليه وسلم كان يلبس القلانس تحت العمائم ويلبس العمائم بغير القلانس (جمع الوسائل صـ 207)

Hazrat Abdullah bin Abbás (radhiyalláhu an̕huma)  narra que Hazrat Raçulullah (sallalláhu alahi wassallam) costumava usar um topí sob o turbante e, às vezes, costumava usar o turbante sem o topí.

قال الحسن كان القوم يسجدون على العمامة والقلنسوة (صحيح البخاري 1/56)

Hazrat Hassan Basrí (rahimahulláh) diz: Os Sahábah (radhiyalláhu an̕hum)  costumavam fazer sajdah durante o saláh nos turbantes e topis.

 

Quiyám

1. Quando a pessoa intenciona efectuar saláh, ele deve levantar-se em direcção ao quiblah.

2. De seguida, faça intenção do saláh que irá efectuar e levante as mãos até que os polegares estejam paralelos com os lóbulos.

3. Ao levantar-se para o saláh, fique de pé respeitosamente. Vire ambos os pés em direcção ao quiblah e mantenha um espaço entre os pés de aproximadamente quatro dedos. Ao efectuar saláh em congregação, endireite os saffs (fileiras) e fique o mais próximo possível um do outro, sem deixar espaços no meio. Os pés não devem estar abertos de tal maneira que os dedos de uma pessoa toquem os dedos da pessoa ao seu lado.

4. Ao levantar as mãos até os lóbulos das orelhas, assegure-se de que as palmas das mãos estejam voltadas para o quiblah e os dedos estejam em sua posição natural (não abertos e nem muito fechados).

5. No momento de dizer o takbír-e-tahrímah, mantenha a cabeça recta. A pessoa não deve baixá-la ou puxar para trás no momento de dizer o takbír-e-tahrímah.

6. Uma vez que as mãos estejam levantadas paralelamente às orelhas, recite o takbír (Alláhu Akbar).

7. Baixe as mãos enquanto diz o takbír e junte-as abaixo do umbigo.

8. Coloque a mão direita sobre a mão esquerda.

9. Forme um círculo com o polegar e o dedo pequeno da mão direita ao redor do pulso esquerdo e coloque os restantes três dedos no antebraço.

10. O olhar não deve vagar em todas direcções. Pelo contrário, deve estar fixo no lugar de sajdah.

11. Após a pessoa ter iniciado o seu saláh, recite o saná silenciosamente:

سُبْحَانَكَ اللّٰهُمَّ وَبِحَمْدِكَ وَتَبَارَكَ اسْمُكَ وَتَعَالٰى جَدُّكَ وَلَا اِلٰهَ غَيْرُكَ

Glória para Si, ó Allah Ta̕ala! Louvores para Si, abençoado é o Seu nome, muito elevada é a Sua majestade, e não há divindade além de Si.

Nota: O saná deve ser recitado pelo munfarid (a pessoa que efectua o seu saláh individualmente) assim como pelo imám e muqtadi (a pessoa que está seguindo o imám).

12. Recite ta`awwuz e tasmiyah silenciosamente.

Ta̕awwuz é recitar:

أَعُوْذُ بِاللهِ مِنَ الشَّيْطَانِ الرَّجِيْم

Eu peço refúgio em Allah Ta̕ala contra o amaldiçoado shaitán.

Tasmiyah é recitar:

بِسْمِ اللهِ الرَّحْمٰنِ الرَّحِيْم

Em nome de Allah Ta̕ala, o Beneficiente, o Misericordioso.

13. Depois de recitar saná, ta’awwuz e tasmiyah silenciosamente, comece o quirát do Surah Fátihah seguido por um surah ou qualquer parte do Qur’án Majíd.

14. Após a conclusão do Surah Fátihah, deve-se dizer “ámín” silenciosamente, independentemente de estar a efectuar o saláh individualmente ou atrás do imám.

15. Se a pessoa está começando um surah do princípio depois de recitar o Surah Fátihah, ele deve recitar tasmiyah em voz baixa antes de começar o surah.

Nota: O ta’awwuz e o tasmiyah serão recitados apenas pelo munfarid e pelo imám. O muqtadi não recitará o ta’awwuz e o tasmiyah.  Pelo contrário, depois de recitar o Saná, o muqtadi permanecerá em silêncio atrás do imám por toda a duração do quiyám. É makruh-e-tahrími para o muqtadi recitar qualquer quirát (seja Surah Fátihah ou qualquer outro surah)  atrás do imám.

16. Se a pessoa estiver a efectuar um fardh saláh de três ou quatro rakátes, no terceiro e quarto rakát ele apenas recitará o surah Fátihah. A pessoa não deve recitar qualquer outro surah depois de recitar o surah Fátihah.

No terceiro e quarto rakátes do fardh saláh, o Surah Fátihah será recitado pelo imám e munfarid (aquele que efectua saláh individualmente). O muqtadi que está efectuando o seu saláh atrás do imám permanecerá em silêncio e não recitará nada em todos os rakátes.

17. Se a pessoa estiver efectuando sunnah ou nafl saláh, ele recitará o quirát em todos os rakátes, independentemente de estar efectuando dois ou quatro rakátes.

 

Ruku e Qaumah

1. Depois de concluir a recitação do Surah Fátihah e quirát, repita o takbír e sem levantar as mãos, prossiga para o ruku.

Nota: O takbirát-e-intiqáliyyah (takbír que é recitado ao passar de uma posição para outra) deve ser iniciado assim que a pessoa começa a dirigir-se para a  próxima posição e só será concluído quando atingir essa posição.

2. Certifique-se que as costas sejam mantidas em linha recta (completamente recta sem dobrá-la). Da mesma maneira, as canelas (ou seja, do joelho para baixo) serão mantidas erectas e os cotovelos serão mantidos rectos.

3. Mantenha a cabeça recta e alinhada com as costas. Não se deve levantar a cabeça nem baixá-la.

4. Segure os joelhos firmemente com os dedos abertos.

5. Fixe o olhar nos pés na posição de ruku.

6. Mantenha os braços afastados do corpo.

7. Recite o seguinte tasbíh três vezes ou qualquer número ímpar de vezes:

سُبْحَانَ رَبِّيَ الْعَظِيْم

Glorificado seja o meu Rabb, o Maior.

8. Levante-se do ruku enquanto diz o tasmi’:

سَمِعَ اللهُ لِمَنْ حَمِدَهْ

Allah Ta′ala ouve aqueles que o louvam.

Seguido pelo tahmíd:

اَللّٰهُمَّ رَبَّنَا وَلَكَ الْحَمْد

Ó Allah Ta′ala, ó nosso Rabb, somente para si são todos os louvores.

9. Levante-se erecto. Depois de se levantar do ruku, não junte as mãos. Pelo contrário, deixe-as de lado. Esta posição é chamada de qaumah. No qaumah, fique de pé erecto com ta’díl-e-arkán (o corpo deve estar completamente relaxado) antes de dirigir-se para o sajdah.

 

Sajdah

1. Recite o takbír, e sem levantar as mãos, prossiga para o sajdah.

2. Certifique-se que as costas  estejam rectas ao dirigir-se para o sajdah.

3. Mantenha as mãos nos joelhos enquanto dirige-se ao sajdah.

4. Primeiro coloque os joelhos no chão, de seguida as palmas das mãos, depois o nariz e, por último, a testa.

5. Coloque as palmas paralelas às orelhas.

6. Mantenha os dedos fechados, virados para o quiblah.

7. Mantenha os cotovelos levantados do chão.

8. Mantenha as mãos afastadas dos lados.

9. Fixe o olhar no nariz durante o sajdah.

10. Mantenha um espaço entre o estômago e as coxas.

11. Mantenha os joelhos próximos um do outro no sajdah, para que eles fiquem virados para o quiblah.

12. Mantenha os dois pés no chão com os dedos virados para o quiblah. Pode-se juntar os calcalhares de ambos os pés no sajdah ou mantê-los separados. Ambas opiniões foram estabelecidas no Hadice.

13. Recite o seguinte tasbíh três vezes ou qualquer número ímpar de vezes:

سُبْحَانَ رَبِّيَ الْأَعْلٰى

Glorificado seja o meu Rabb, o Altíssimo.

14. Recite o takbír e sente-se. Esta posição chama-se jalsah.

 

Jalsah

1. No jalsa, coloque as palmas das mãos sobre as coxas com as pontas dos dedos na borda dos joelhos.

2. Mantenha os dedos na sua posição natural (não muito fechados nem muito abertos).

3. Fixe o olhar na área entre a parte inferior do peito e o colo enquanto estiver no jalsah.

4. Mantenha o pé direito erecto com os dedos pressionando o chão virados para o quiblah.

5. Coloque o pé esquerdo deitado enquanto está sentado sobre ele. Tente pressionar os dedos do pé esquerdo contra o pé direito fazendo com que eles estejam virados  para o quiblah.

6. Permaneça na posição de jalsah com o corpo completamente relaxado e calmo antes de dirigir-se para o segundo sajdah.

7. Recite o takbír e prossiga para o segundo sajdah.

 

Segundo Rakát

1. Após o segundo sajdah, recite o takbír e levante-se para o segundo rakát.

2. Ao levantar-se do sajdah, primeiro levante a testa, de seguida o nariz, depois as mãos e por último os joelhos.

3. Ao levantar, não se deve apoiar no chão (a menos que seja necessário).

4. Efectue o segundo rakát da mesma maneira (com excepção do saná e ta`awwuz).

 

Qa’dah e Salám

1. Após o segundo sajdah do segundo rakát, sente-se na posição de qa’dah da mesma maneira que foi explicada para o jalsah.

2. Recite o tachahhud:

اَلتّٰحِيَّاتُ لِلّٰهِ وَالصَّلَوَاتُ وَالطَّيِّبَاتُ اَلسَّلَامُ عَلَيْكَ اَيُّهَا النَّبِيُّ وَرَحْمَةُ اللهِ وَبَرَكَاتُهُ اَلسَّلَامُ

عَلَيْنَا وَعَلٰى عِبَادِ اللهِ الصَّالِحِيْن اَشْهَدُ أن لَّا إلٰهَ إلَّا اللهُ وَأشْهَدُ أنَّ مُحَمَّدًا عَبْدُهُ وَرَسُوْلُهُ

Todos os ibádát verbais, físicos e monetários são para Allah Ta̕ala. Que a paz especial de Allah Ta̕ala desça sobre Si, ó Nabi (sallalláhu alahi wassallam), e as misericórdias e bênçãos mais escolhidas de Allah Ta̕ala. Que a paz desça sobre nós e sobre todos os servos piedosos de Allah Ta̕ala. Eu testemunho que não há divindade excepto Allah Ta̕ala e testemunho que Hadhrat Muhammad (sallalláhu alahi wassallam) é Seu servo e mensageiro.

3. Ao dizer أَنْ لَّا إِلٰهَ, ​​forme um anel com o polegar e o dedo médio da mão direita, levante o dedo indicador em direcção a quiblah e feche os restantes dois dedos (o dedo mindinho e o dedo a seguir). Ao dizer إلاَّ الله, abaixe o dedo indicador. O polegar e o dedo médio irão permanecer como um anel até o final do qa`dah.

4. Se for um saláh de três ou quatro rakátes, a pessoa não deve recitar nada além do tachahhud acima mencionado. Levante-se após o tachahhud para o terceiro rakát.

5. Se for o último qa’dah, leia Durúd-e-Ibrahim após o tachahhud seguido de um duá do Qur’án Majíd ou hadice.

O Durúd-e-Ibrahim é o seguinte:

اَللّٰهُمَّ صَلِّ عَلٰى مُحَمَّدٍ وَّعَلٰى اٰلِ مُحَمَّدٍ كَمَا صَلَّيْتَ عَلٰى اِبْرَاهِيْمَ وَعَلٰى اٰلِ اِبْرَاهِيْمَ اِنَّكَ حَمِيْدٌ مَّجِيْدٌ

اَللّٰهُمَّ بَارِكْ عَلٰى مُحَمَّدٍ وَّعَلٰى اٰلِ مُحَمَّدٍ كَمَا بَارَكْتَ عَلٰى اِبْرَاهِيْمَ وَعَلٰى اٰلِ اِبْرَاهِيْمَ اِنَّكَ حَمِيْدٌ مَّجِيْدٌ

Ó Allah Ta′ala! Derrame a Sua misericórdia sobre Hazrat Muhammad (sallalláhu alahi wassallam) e sua família, assim como derramaste a Sua misericórdia sobre Hazrat Ibrahim (alaihis salám) e sua família. Certamente Tu és louvável e altíssimo.

Ó Allah Ta̕ala! Abençoe Hazrat Muhammad (sallalláhu alahi wassallam) e sua família, assim como abençoaste Hazrat Ibrahim (alaihis salám) e sua família. Certamente Tu és louvável e altíssimo.

Pode-se recitar o seguinte duá que é relatado no hadice:

اَللَٰهُمَّ إِنِّي ظَلَمْتُ نَفْسِي ظُلْمًا كَثِيرًا وَإِنَّهُ لاَ يَغْفِرُ الذُّنُوبَ إِلاَّ أَنْتَ فَاغْفِرْ لِي مَغْفِرَةً مِنْ عِنْدِكَ وَارْحَمْنِي إِنَّكَ أَنْتَ الغَفُوْرُ الرَّحِيْم

Ó Allah Ta′ala! Eu oprimi-me excessivamente (cometendo pecados), e somente Tu perdoas os pecados, por isso perdoa-me através da Sua graça e tenha misericórdia sobre mim, na verdade somente Tu és todo perdoador e todo misericordioso.

6. Após o duá, faça o salám dizendo:

اَلسَّلَامُ عَلَيْكُمْ وَرَحْمَةُ اللهْ

Enquanto vira-se a cabeça para o lado direito, e mais uma vez enquanto vira-se a cabeça para o lado esquerdo.

7. Não baixe ou sacude a cabeça ao fazer o salám.

8. Ao fazer salám de ambos os lados, fixe o olhar nos ombros.

9.Vire a face dos dois lados, de tal maneira que a pessoa a sua atrás poderá ver a sua bochecha.

10. Após o salám, recite أسْتَغْفِرُ الله  três vezes.

11. Envolva-se em duá, pois este é um momento de aceitação de duás.

12. Recite Tasbíh-e-Fátimi após todos os salátes. Tasbíh-e-Fátimi significa recitar 33 vezes Suhbánallah, 33 vezes Al-hamdulillah, 33 vezes Alláhu Akbar, e completar a centena recitando:

لَا إِلٰهَ إلَّا اللهُ وَحْدَهُ لَا شَرِيْكَ لَهُ لَهُ الْمُلْكُ وَلَهُ الْحَمْدُ وَهُوَ عَلٰى كُلِّ شَيْءٍ قَدِيْر

Não existe outra divindade além de Allah Ta′ala, Aquele que não tem parceiro. A Ele pertence o reino (de todo o universo), e somente para Ele pertence todo louvor e somente Ele tem poder completo sobre todas as coisas.

About admin2

Check Also

O SALÁH DO HOMEM

A posição elevada que o saláh ocupa na vida de um muçulmano não requer nenhuma …