Home / Os Jardins do Amor / Os Jardins do Amor – 36ª Parte

Os Jardins do Amor – 36ª Parte

O Meio de Adquirir a Misericórdia e a Assistência de Allah Ta’ála

Allah Ta’ála criou o Jannah como um lugar de conforto e felicidade, e criou o Jahannam como um lugar de sofrimento e tristeza. Enquanto que o mundo, foi criado por Allah Ta’ála como uma mistura de conforto e sofrimento, de felicidade e tristeza. Existem ocasiões em que a pessoa goza de conforto e fica feliz, e em outras ocasiões a pessoa enfrenta sofrimento e tristeza.

Às vezes, a pessoa é saudável e afluente, e isso lhe faz julgar a si próprio capaz de resolver qualquer problema que possa surgir na sua vida. No entanto, se ele for afligido por uma doença, ele ficará privado de boa saúde, e se Allah Ta’alá não destinar a cura desta doença, ele gastará toda a sua riqueza com hospitais, médicos, etc. Assim, acabará por perder a saúde e a riqueza. E quando isto acontecer, ele irá perceber que somente Allah Ta’ála o pode ajudar.

Raçulullah (sallalláhu alaihi wassallam) ensinou ao Ummah que devemos ser sempre obedientes e fiés a Allah Ta’ála em todas as situações. Aquele que assim fizer, Allah Ta’ála o pretegerá, lhe conderá a Sua misericórdia, abrirá uma saída para ele de todas as dificuldades. Mesmo que a morte esteja destinada para ele, Allah Ta’ála lhe concederá uma boa morte.

É relatado que certa vez um Sahábi de nome Awf bin Málik (radhiyalláhu an’hu) veio ao encontro de Raçulullah (sallalláhu alaihi wassallam) e disse: “Ó apóstolo de Allah! Os membros de certo clã atacaram-nos e apoderaram-se das nossas riquezas. Eles também levaram o meu filho e roubaram os meus camelos.”

Raçulullah (sallalláhu alaihi wassallam) não tinha consigo nenhum bem material para ajudar este Sahábi, assim sendo, deu-lhe a seguinte resposta: Sem dúvida, a família de Muhammad (sallalláhu alaihi wassallam) e muitas outras famílias de Madínah Munawwarah enfrentam tanta pobreza que não possuem nem um Sá e nem um Mudd de comida para comer. Vire a sua atenção para Allah Ta’ála e peça à Ele tudo o que precisas.”

Ao regressar a casa, a esposa de Hazrat Awf (radhiyalláhu an’hu) perguntou o que Raçulullah (sallalláhu alaihi wassallam) havia dito, e ele informou-lhe que Raçulullah (sallalláhu alaihi wassallam) exortou-o a virar a sua atenção para Allah Ta’ála. A esposa disse: “Certamente, esse é o melhor conselho. Vamos fazer o que ele disse.”

Eles começaram a fazer duá, e passado pouco tempo Allah Ta’ála fez com que o seu filho regressasse com todos os camelos roubados que encontravam-se mais saudáveis do que antes. Hazrat Auf (radhiyalláhu an’hu) ficou muito feliz e correu para informar a Raçulullah (sallalláhu alaihi wassallam).

Quando recebeu a boa notícia, Raçulullah (sallalláhu alaihi wassallam) subiu ao mimbar e dirigiu-se às pessoas em geral. Ele iniciou o discurso louvando a Allah Ta’ála e depois disse aos Sahábah que eles deveriam se assegurar à duas práticas:

1. A primeira prática é de viver uma vida de Taqwa (piedade e rectidão) e não desobedecer a Allah Ta’ála em nenhum momento.

2. A segunda coisa é que eles deveriam virar a atenção para Allah Ta’ála fazendo duá, pois somente Ele pode afastar a dificuldade e conceder o conforto.

Raçulullah (sallalláhu alaihi wassallam) recitou o seguinte versículo:

 وَمَن يَتَّقِ اللَّهَ يَجْعَل لَّهُ مَخْرَجًا ‎﴿٢﴾‏ وَيَرْزُقْهُ مِنْ حَيْثُ لَا يَحْتَسِبُ ۚ

Aquele que tiver Taqwá (na sua vida), Allah Ta’ála criará uma saída para ele (de todos os problemas) e lhe sustentará de formas que ele nunca esperava. (Súrah Taláq v.2-3)

(Mujáb-ud-Da’wah #10 e Mustadrak Hákim #1993)

 

About admin2

Check Also

Os Jardins do Amor – 35ª Parte

O Grande Santo – Hazrat Fudhail bin Iyáz (rahimahulláh) Hazrat Fudhail bin Iyáz (rahimahulláh) foi …