Home / Artigos em Geral / A Firme Confiança de Hazrat Ali (radhiyállahu an’hu) na Promessa de Allah Ta’ala

A Firme Confiança de Hazrat Ali (radhiyállahu an’hu) na Promessa de Allah Ta’ala

É relatado que certa vez um mendigo veio até Hazrat Ali (radhiyállahu an’hu) e pediu algo. Hazrat Ali (radhiyállahu an’hu) virou-se para um dos seus dois filhos, Hazrat Hassan ou Hazrat Hussain (radhiyállahu an’huma), e disse-lhe: “Vá até sua mãe e diga a ela que eu disse: ‘Eu guardei seis dirhams contigo, me dê um dirham dos seis (para que eu possa dá-lo ao mendigo).’”

O filho foi até a sua mãe, Hazrat Fátimah (radhiyállahu an’ha), e depois disso regressou com a seguinte mensagem. Ele disse ao pai: “A minha mãe informou que você guardou com ela os seis dirhams para comprar farinha”. Ao ouvir isso, Hazrat Ali (radhiyállahu an’hu) disse: “O Imán de um servo não será verdadeiro e perfeito até que ele confie mais naquilo que está nas mãos de Allah Ta’ala em comparação com o que o servo possui (ou seja, um servo deve colocar a sua confiança em Allah Ta’ala e nas Suas promessas de que, ao gastar em caridade, ele será abençoado com barakah pela boa acção e não deverá reter a sua riqueza por receio da pobreza).

Hazrat Ali (radhiyállahu an’hu) então disse ao seu filho: “Vá até a tua mãe e diga a ela para me dar todos os seis dirhams (para que eu possa dá-los ao mendigo)”. Assim, ele foi até sua mãe e depois voltou com os seis dirhams que Hazrat Ali (radhiyállahu an’hu) entregou ao mendigo.

Não muito tempo depois, um homem passou por Hazrat Ali (radhiyállahu an’hu) com um camelo que estava a venda. Hazrat Ali (radhiyállahu an’hu) perguntou-lhe: “Por quanto estás a vender o camelo?” O homem respondeu: “Estou vendendo por cento e quarenta dirhams”. Hazrat Ali (radhiyállahu an’hu) comprou o camelo dele. Depois de comprar o camelo, Hazrat Ali (radhiyállahu an’hu) disse: “Amarre o camelo aqui e pagaremos mais tarde.” O homem amarrou o camelo e partiu.

Depois disso, um outro homem passou e, ao ver o camelo, perguntou: “A quem pertence este camelo?” Hazrat Ali (radhiyállahu an’hu) respondeu: “Pertence a mim.” O homem perguntou: “Estás a vender?” Quando Hazrat Ali (radhiyállahu an’hu) respondeu afirmativamente, o homem perguntou: “Por quanto?” Hazrat Ali (radhiyállahu an’hu) respondeu: “Estou vendendo por duzentos dirhams”. O homem ficou satisfeito com o preço, aceitou a oferta e concluiu a venda dizendo: “Comprei de si”. Ele de seguida entregou os duzentos dirhams a Hazrat Ali (radhiyállahu an’hu), pegou o seu camelo e partiu.

Hazrat Ali (radhiyállahu an’hu) foi até o homem que lhe havia vendido o camelo e pagou-lhe os cento e quarenta dirhams que lhe devia. Depois disso, ele voltou para casa, junto da sua respeitada esposa, Hazrat Fátimah (radhiyállahu an’ha), com os sessenta dirhams que havia obtido como lucro (e deu a ela).

Quando Hazrat Fátimah (radhiyállahu an’ha) viu os sessenta dirhams, ela perguntou-lhe: “O que é isto? De onde veio esse dinheiro?” Hazrat Ali (radhiyállahu an’hu) respondeu: “Isto é o que Allah Ta’ala nos prometeu, através das seguintes palavras reveladas na língua abençoada de Raçulullah (sallallahu alaihi wassallam).”

Hazrat Ali (radhiyállahu an’hu) de seguida recitou o seguinte versículo do Qur’án Majíd:

مَنۡ جَآءَ بِالۡحَسَنَةِ فَلَهُ عَشۡرُ اَمۡثَالِهَا

Aquele que fizer uma boa acção receberá dez vezes a recompensa (pela acção praticada). (Surah An’ám v. 160)

Em outras palavras, Hazrat Ali (radhiyállahu an’hu) explicou a Hazrat Fátimah (radhiyállahu an’ha) que quando ele gastou os seis dirhams em sadaqah, Allah Ta’ala o abençoou com uma recompensa dez vezes maior do que aquilo que ele gastou, e, portanto, ele agora tinha sessenta dirhams no lugar dos seis dirhams que havia dado ao mendigo.

(Hayát-us-Sahábah 2/191)

 

About admin2

Check Also

Sunnates e Ádaab de Safar (Viajar)

1. Antes de embarcar numa viagem (ou seja, viajar para um local cuja distância é …