Home / Artigos em Geral / Alegações de algumas pessoas de Kufah

Alegações de algumas pessoas de Kufah

No 21° ano após Hijrah, algumas pessoas de Kufah foram até Hazrat Umar (radhiyallahu an’hu) e reclamaram de Hazrat Sa’d (radhiyallahu an’hu) por ele não efectuar o saláh correctamente. Naquela época, Hazrat Sa’d (radhiyallahu an’hu) havia sido nomeado por Hazrat Umar (radhiyallahu an’hu) como governador de Kufah.

Hazrat Umar (radhiyallahu an’hu) chamou Hazrat Sa’d (radhiyallahu an’hu) e quando ele chegou, dirigiu-se a ele com o maior respeito dizendo: “Ó Abu Is’háq (este era o seu título filial)! Algumas pessoas de Kufah alegam que não efectuas o saláh correctamente.

Hazrat Sa’d (radhiyallahu an’hu) respondeu: “Por Allah! Eu realizo para eles o saláh que Raçulullah (sallallahu alaihi wassallam) realizou, sem deixar nenhum aspecto de fora.” Hazrat Sa’d (radhiyallahu) de seguida explicou a maneira como ele efectuava o saláh dizendo: “Quando eu dirijo o Saláh de Ishá para eles, eu prolongo os primeiros dois rakátes e encurto os segundos dois rakátes (da forma como Raçulullah (sallallahu alaihi wassallam) efectuava saláh.” Hazrat Umar (radhiyallahu an’hu) respondeu dizendo: “Ó Abu Is’háq! Esta foi a mesma opinião que eu tinha sobre a sua pessoa!”

Hazrat Umar (radhiyallahu an’hu) de seguida enviou Hazrat Sa’d (radhiyallahu an’hu) de volta a Kufah com algumas pessoas para investigar as acusações feitas à ele. As pessoas que Hazrat Umar (radhiyallahu an’hu) enviou foram a todos os masjid de Kufah para questionar as pessoas sobre Hazrat Sa’d (radhiyallahu an’hu). Quando as pessoas foram questionadas, não tinham nada a dizer sobre ele, a não ser palavras de elogio por tudo o que ele fazia.

Por fim, chegaram a um masjid no distrito da tribo Banu ‘Abss. Nessa localidade, havia um homem chamado Ussámah bin Qatádah, que se levantou e disse: “Já que você me perguntou sobre Sa’d (radhiyallahu an’hu), há três queixas que tenho acerca dele: (1) Ele não participa no Jihád com o exército, (2) ele não distribui riqueza com justiça e igualdade, (3) ele não é justo nos seus veredictos e decisões.”

Ao ouvir essas falsas alegações, Hazrat Sa’d (radhiyallahu an’hu) respondeu: “Por Allah! Farei três duás (contra preces para você se o que disseste for mentira) – Ó Allah! Se este seu servo estiver a mentir e apenas pretende ganhar fama e reconhecimento, então (1) prolongue a sua vida, (2) prolongue a sua pobreza, (3) e envolva-o continuamente em fitnah.”

Mais tarde, quando as pessoas perguntavam a Ussámah bin Qatádah sobre a sua condição, ele respondia: “Cheguei à velhice e estou envolvido em fitnahs e tudo isso por causa da contra prece de Sa’d (radhiyallahu an’hu).”

Um dos narradores deste incidente, Abdul Malik, menciona: “Eu o vi (isto é, a Ussámah bin Qatádah) mais tarde, na velhice. Suas sobrancelhas estavam caídas sobre os olhos devido à extrema velhice, e ele estava interferindo com as escravas jovens, tocando a elas na rua e incomodando-as.”

(Sahíh Bukhári #755)

About admin2

Check Also

Resposta ao chamamento de Raçulullah (sallallahu alaihi wassallam) após a Batalha de Uhud

Certa vez, Hazrat Áishah (radhiyallahu an’ha) falou com o seu sobrinho Urwah (rahimahullah) e disse: …