Home / Sunnates e Adábes / Sunnates e Ádaab da Recitação do Qur’án Majíd

Sunnates e Ádaab da Recitação do Qur’án Majíd

1. Certifique-se que a sua boca esteja limpa antes de recitar o Qur’án Majíd.

É relatado que Hazrat Ali (radhiyalláhu an’hu) disse: “Certamente, as vossas bocas são caminhos para o Qur’án Majíd (ou seja, vossas bocas são usadas para recitar o Qur’án Majíd). Portanto, limpem-as com o miswák.”

2. Segure o Qur’án Majíd com o máximo respeito e sempre o mantenha num lugar elevado com honra. Não coloque o Qur’án Majíd no chão ou em qualquer lugar onde não seja respeitado.

3. Não coloque nada por cima do Qur’án Majíd, mesmo que seja um livro de Dí

4. Não é permitido tocar o Qur’án Majíd sem wudhu.

Hazrat Abdullah bin Umar (radhiyalláhu an’huma) relata que Hazrat Raçulullah (sallalláhu alaihi wassallam) disse: “Somente a pessoa no estado de wudhu pode tocar o Qur’án Majíd.”

5. No momento da recitação do Qur’án Majíd, é mustahab estar no estado de wudhu, vestir roupas limpas e virar para a direcção do quiblah. No entanto, se a pessoa não virar para o quiblah ou não estar no estado de wudhu enquanto recita o Qur’án Majíd, isto será permitido (desde que não toque no Qur’án Majíd).

6. É permitido recitar o Qur’án Majíd no celular sem wudhu. No entanto, deve-se evitar colocar com a mão ou dedo na parte do ecrã onde os versículos do Qur’án Majíd aparecem.

Nota: Deve-se ter em mente que embora recitar o Qur’án no celular seja permitido, recitar o Qur’án da maneira original é preferível, pois mantém a forma original em que o Qur’án Majíd costumava ser recitado, e há mais respeito em recitar o Qur’án desta forma.

Por outro lado, recitar o Qur’án no celular é desencorajado, pois o celular, em muitos casos, contém fotos de seres animados e muitos pecados são cometidos através do celular. Consequentemente, isto leva ao comprometimento do respeito do Qur’án Majíd. Portanto, a fim de cumprir os direitos do Qur’án Majíd e mostrar o maior respeito e honra que merece, é fortemente encorajado que o Qur’án Majíd seja recitado da forma original, olhando para o Qur’án Majíd e recitando-o no estado de wudhu.

7. Dedique algum tempo diariamente para o tiláwat (recitação) do Qur’án Mají

Hazrat Ibnu Umar (radhiyalláhu an’huma) narra que Hazrat Raçulullah (sallalláhu alaihi wassallam) disse: “Na verdade, estes corações enferrujam-se da mesma forma que o ferro se enferruja quando a água entra em contacto com ele”. Os Sahábah (radhiyalláhu an’hum) perguntaram: “Ó Raçulullah (sallalláhu alaihi wassallam), qual é a forma de purificá-lo?” Raçulullah (sallalláhu alaihi wassallam) respondeu: “Lembrando-se da morte com frequência e recitando o Qur̕án Majíd.”

8. Um dos direitos do Qur’án Majíd é ponderar sobre o seu conteúdo e significado, a fim de praticar as injunções do Qur’án Majíd correctamente. Portanto, juntamente com a recitação do Qur’án Majíd, deve-se também se esforçar para aprender o significado dos vários surates do Qur’án Mají Isto deve ser feito sob um Álim qualificado. Não se deve recorrer ao auto-estudo.

اَفَلَا یَتَدَبَّرُوۡنَ الۡقُرۡاٰنَ  اَمۡ عَلٰی قُلُوۡبٍ اَقۡفَالُہَا  ﴿۲۴﴾

Então, eles não reflectem sobre o Qur’án, ou há bloqueios colocados nos (seus) corações?

9. Recite ta’awwuz (a’uzu billah) ao iniciar tiláwat do Qur’án Mají

فَاِذَا  قَرَاۡتَ الۡقُرۡاٰنَ  فَاسۡتَعِذۡ بِاللّٰہِ مِنَ  الشَّیۡطٰنِ  الرَّجِیۡمِ ﴿۹۸﴾

Quando você (intenciona) recitar o Qur’án, peça refúgio em Allah contra o Shaitán, o rejeitado.

10. A pessoa deve recitar o Qur’án Majíd quando o seu coração estiver inclinado a recitar. Se a pessoa se sentir cansado e perceber que a sua concentração está afetada, ela deve interromper a recitação e continuar quando for capaz de se concentrar melhor.

Hazrat Jundub bin Abdillah (radhiyalláhu an’hu) relata que Hazrat Raçulullah (sallalláhu alaihi wassallam) disse: “Recitem o Qur’án Majíd enquanto os vossos corações estiverem concentrados (no Qur’án Majíd), e quando perderem o foco (e ficarem cansados e distraídos), parem de recitar.”

11. Recite o Qur’án Majíd com tajwíd e com a pronúncia correcta. Mesmo se a pessoa estiver recitando o Qur’án Majíd num ritmo rápido, ela deve certificar que recite cada palavra claramente com tajwíd e com a pronúncia correcta.

وَ رَتِّلِ الۡقُرۡاٰنَ  تَرۡتِیۡلًا

E recite o Qur’án claramente com tartíl (num tom lento e rítmico).

É relatado que numa ocasião, uma pessoa veio ao encontro de Hazrat Abdullah bin Mas̕ud (radhiyalláhu an’hu) e mencionou: Eu recito todos os Surates Mufassal (ou seja, do Surah Hujurát até o final do Qur’án Majíd) num único rakát.” Ouvindo isso, Hazrat Abdullah bin Mas’ud (radhiyalláhu an’hu) respondeu: “(Sua recitação é talvez) rápida, como a recitação rápida de poesia (ou seja, sua recitação é rápida e sem tajwíd, como a recitação rápida de poesia). De facto, algumas pessoas recitarão o Qur’án Majíd, mas ele não ultrapassará as suas gargantas (ou seja, não se elevará a Allah Ta’ala e não obterá aceitação, por causa deles recitarem incorrectamente, ou não alcançará os seus corações e afectará seus corações).”

12. Ao falar sobre o Qur’án, a pessoa deve se referir a ele com um título respeitável, como por exemplo, Qur’án Majíd, Qur’án Karím, Sagrado Qur’án, Nobre Qur’án, etc.

13. Recite o Qur’án Majíd com uma bela voz. No entanto, a pessoa deve evitar imitar as melodias e estilos dos cantores, etc.

Hazrat Bará bin Ázib (radhiyalláhu an’hu) narra que Hazrat Raçulullah (sallalláhu alaihi wassallam) disse: “Embelezem (as vossas recitações) do Qur’án Majíd por meio das vossas vozes (recitando-o com uma linda voz).”

Hazrat Huzaifah (radhiyalláhu an’hu) relata que Hazrat Raçulullah (sallalláhu alaihi wassallam) disse: “Recitem o Qur’án Majíd nos tons e estilos dos árabes e evitem (recitar) os estilos dos Ahle Kitáb e os estilos de pessoas pecadoras. Brevemente depois de mim, virão pessoas que recitarão o Qur’án Majíd no estilo de cantores, monges e pessoas que choram (e lamentam). As suas recitações não ultrapassarão suas gargantas (ou seja, não se elevará a Allah Ta’ala e não obterá aceitação, por causa deles recitarem incorrectamente, ou não alcançará os seus corações e afectará seus corações), seus corações e os corações daqueles que estão satisfeitos com eles serão afligidos (com o amor pelo mundo).”

Hazrat Abu Hurairah (radhiyalláhu an’hu) narra que Hazrat Raçulullah (sallalláhu alaihi wassallam) disse: “Ele não é dentre nós, aquele que não recita o Qur’án Majíd num tom melodioso.”

14. Quando estiver ocupado na recitação do Qur’án Majíd, a pessoa deve mostrar toda a sua atenção para o Qur’án Mají Ele não deve se envolver em conversas mundanas durante o seu tiláwat, especialmente quando o Qur’án Majíd está aberto. Se houver necessidade de falar, a pessoa deve completar o áyah que está recitando, fechar respeitosamente o Qur’án Majíd e de seguida falar.

É relatado que sempre que Hazrat Ibn Umar (radhiyalláhu an’huma) recitava o Qur’án Majíd, ele não se engajava em nenhuma conversa (mundana) até terminar a recitação.

15. Ao virar as páginas do Qur’án Majíd, a pessoa não deve molhar o dedo com a sua saliva para virar a página. Isto não está em conformidade com o respeito que devemos mostrar ao Qur’án Mají

16. Após a conclusão do Qur’án Majíd, a pessoa deve fazer duá, pois este é o momento em que duás são aceites.

Hazrat Sábit (rahimahulláh) relata que sempre que Hazrat Anass bin Málik (radhiyalláhu an’hu) completava o Qur’án Majíd, ele reunia a sua família e filhos e de seguida fazia duá para eles.

Ibrahim Taimi (rahimahulláh) relata que Hazrat Abdullah bin Mas’ud (radhiyalláhu an’hu) disse: “Quem completar uma recitação inteira do Qur’án Majíd, (ele deve fazer duá pois) o seu duá será aceite.”

Ibrahim Taimi (rahimahulláh) mencionou de seguida que sempre que Hazrat Abdullah bin Mas’ud (radhiyalláhu an’hu) costumava completar uma recitação inteira do Qur’án Majíd, ele reunia a sua família, se ocupava em duá, e eles diziam ámín para o seu duá.

Hazrat Humaid (rahimahulláh) mencionou: “Aquele que recita o Qur’án Majíd e de seguida faz duá, quatro mil anjos dizem ámín para seu duá.”

17. Não é permitido à uma pessoa no estado de janábah ou uma mulher no estado de haidh recitar o Qur’án Mají No entanto, é permitido que eles recitem aqueles áyàt do Qur’án Majíd que são duás (súplicas) a Allah Ta’ala, assim como aqueles áyàt que são recitados para proteção contra shayátin, mal, etc. Quando eles recitam estes áyàt, eles devem recitar com o niyyah (intenção) de duá e isti’ázah (pedir a proteção Divina de Allah). Eles não devem recitá-los com o niyyah de tiláwat (recitação).

Hazrat Ibn Umar (radhiyalláhu an’huma) narra que Hazrat Raçulullah (sallalláhu alaihi wassallam) disse: “Uma pessoa no estado de haidh ou janábah não deve recitar qualquer parte do Qur’án Majíd.”

18. Não é permitido recitar qualquer parte do Qur’án Majíd ou levar o nome de Allah Ta’ala enquanto estiver na casa de banho. Da mesma forma, se alguém tem um anel ou corrente no qual o nome de Allah Ta’ala ou qualquer versículo do Qur’án Majíd está inscrito, ele deve removê-lo antes de entrar na casa de banho.

Hazrat Anass (radhiyalláhu an’hu) narra que Hazrat Raçulullah (sallalláhu alaihi wassallam) costumava remover o seu anel quando ele entrava na casa de banho (pois o anel tinha o nome de Allah Ta’ala inscrito nele).

19. Se a pessoa deseja muadar de roupa num quarto onde o Qur’án Majíd é guardado, ele deve primeiro colocar o Qur’án Majíd num armário, gaveta, etc., antes de se despir. Despir-se na presença do Qur’án Majíd é contra o respeito do Qur’án Mají

20. Se a pessoa recitar um versículo de sajdah ou ouvi-lo sendo recitado, será wájib (obrigatório) para ele fazer o sajdah. O método de fazer o sajdah-e-tiláwat é dizer o takbír e dirigir-se para a posição de sajdah. De seguida, ele dirá o takbír e se levantará do sajdah. É mustahab fazer o sajdah a partir da posição em pé. No entanto, se isto for difícil, é permitido realizar o sajdah sentado.

Hazrat Abu Hurairah (radhiyalláhu an’hu) relata que Hazrat Raçulullah (sallalláhu alaihi wassallam) disse: “Quando o filho de Ádam (alaihis salám) recita um áyat de sajdah e depois faz o sajdah, Shaitán se afasta chorando, dizendo: “Destruição para mim! O filho de Ádam (alaihis salám) recebeu a ordem de fazer sajdah e ele fez, portanto ele receberá o Jannah. Recebi a ordem de fazer sajdah e recusei, portanto, receberei o fogo do Jahannam.”

21. Ao completar o tiláwat de todo o Qur’án Majíd e chegar ao Surah Náss, é mustahab começar o Qur’án Majíd novamente recitando o Surah Fátihah e os versículos iniciais do Surah Baqarah até اَلمفْلِحُون.

22. Após completar a recitação de todo o Qur’án Majíd, recite o seguinte duá:

اَللّٰهُمَّ ارْحَمْنِيْ بِالْقُرْآنْ وَاجْعَلْهُ لِيْ إِمَاماً وَّهُدًى وَّرَحْمَةً اَللّٰهُمَّ ذَكِّرْنِيْ مِنْهُ مَا نَسِيْتُ وَعَلِّمْنِيْ مِنْهُ مَا جَهِلْتُ وَارْزُقْنِيْ تِلَاوَتَهُ آنَاءَ اللَّيْلِ وَأَطْرَافَ النَّهَارِ وَاجْعَلْهُ لِيْ حُجَّةً يَا رَبَّ الْعَالَمِيْنَ

Ó Allah Ta’ala! Derrame a Sua misericórdia especial sobre mim através do Qur’án Majíd, e faça dele para mim um imám (um meio de direcção na minha vida), um meio de orientação e um meio de misericórdia. Ó Allah Ta’ala! Ajude-me a lembrar aquela parte do Qur’án Majíd que esqueci e me ensine aquela parte do Qur’án Majíd que não conheço e me abençoe para recitar o Qur’án Majíd durante a noite e o dia, e faça dele uma prova para mim (no Dia de Quiyámah), ó Rabb dos mundos!

23. Se a pessoa memorizou qualquer parte do Qur’án Majíd, ele deve revé-la regularmente para não a esquecer. O Hadice menciona advertências por negligenciar a recitação do Qur’án Majíd e esquecer o que a pessoa memorizou.

Hazrat Abu Mussa Ach’ari (radhiyalláhu an’hu) relata que Raçulullah (sallalláhu alaihi wassallam) disse: “Cuide (e proteja) o Qur’án Majíd. Juro por Ele em cujas mãos está a minha vida, ele (o Qur’án Majíd) pode escapar mais rápido do coração do que um camelo pode escapar da sua corda (com a qual está amarrado).”

Hazrat Anass bin Málik (radhiyalláhu an’hu) narra que Hazrat Raçulullah (sallalláhu alaihi wassallam) disse: “As recompensas das boas acções do meu Ummah foram apresentadas diante de mim, de tal maneira (que até me foi mostrado a recompensa) duma pessoa que apanha um pequeno pedaço de sujudade que estava no masjid, e os pecados do meu Ummah foram apresentados a mim, e eu não vi nenhum pecado maior do que o pecado de uma pessoa que esqueceu um surah ou um áyah do Qur’án Majíd com o qual ele foi abençoado.”

Hazrat Ibn Umar (radhiyalláhu an’huma) relata que Hazrat Raçulullah (sallalláhu alaihi wassallam) disse: “O exemplo de quem memoriza o Qur’án Majíd é como o de uma pessoa que amarrou camelos. Se ele continuar a cuidar deles, ele os manterá protegidos, e se ele os deixar desamarrados, eles o deixarão.”

Hazrat Sa’d bin Ubádah (radhiyalláhu an’hu) narra que Hazrat Raçulullah (sallalláhu alaihi wassallam) disse: “Não existe pessoa que aprenda o Qur’án Majíd e depois se esqueça do mesmo, excepto que ele encontrará com Allah Ta’ala no Dia de Quiyámah como um leproso.”

Nota:

1. Neste Hadice, o pecado de esquecer um áyah ou surah do Qur’án Majíd é explicado como sendo o pior dos pecados. A razão disto é que a pessoa está a mostrar ingratidão a Allah Ta’ala por esta grande dádiva do Qur’án Majíd, negligenciando a sua recitação e por isso esquecendo aquilo com o que ele foi abençoado.

2. Alguns Ulamá explicaram que a advertência mencionada neste Hadice é para aquele que negligencia a recitação do Qur’án Majíd e esquece o que ele memorizou. Outros Ulamá são da opinião que esta advertência é para aquele que negligencia a recitação do Qur’án Majíd ao ponto de não apenas esquecer o que memorizou, mas também se esquece de como recitar o Qur’án Majíd.

About admin2

Check Also

Sunnates e Ádaab de Jumu’ah

1. Recite o Surah Dukhán na Quinta-feira à noite. Hazrat Abu Hurairah (radhiyalláhu an’hu) narra …